CIDADANIA RESPONSÁVEL, UMA CONDIÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DOS TERRITÓRIOS…

A INTERVENÇÃO E POSICIONAMENTO DAS ORGANIZAÇÕES REPRESENTATIVAS DA SOCIEDADE CIVIL NA CONSTRUÇÃO DO SEU FUTURO.


O Pacto para o Desenvolvimento Local 2030 trata-se de um documento de posição – num processo dinamizado pela Minha Terra Federação Nacional de Associações de Desenvolvimento Local e que representa 60 GAL-Grupos de Acção Local nacionais -, que pretende reafirmar a importância dos GAL- Grupos de Acção Local para os territórios e comunidades que representam, objectivando influenciar os responsáveis políticos pelo desenho e pelas decisões sobre os instrumentos de base territorial para que, no próximo quadro de programação comunitário, se definam programas ajustados às necessidades e perspectivas locais, permitindo que as Associações através das suas parcerias locais mantenham uma participação forte, coesa e activa na implementação dos processos locais de desenvolvimento.